sexta-feira, 26 de junho de 2015

Como é ver um planeta desde a esquina

Um menino que brinca de bola
corre, apela, cola ai na esquina,
onde os carros se encruzilham
com buzinas no vácuo da pupila.

Seu lugar é o rachado de meio fio,
colorido de branco, de sem cor,
para demarcar o cantinho de pés,
onde não se atropela, se anda onde for.

Se olhar para o sol verá manchas
nos paralelepípedos da rua hostil
e alguém perguntará: o que tens?

E ele responderá: uma bola
do outro lado da rua, furada.
Tal como a bola azul, no nada.

JD, 26/06/2015.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Digite seu e-mail aqui para receber atualizações do Descaradamasio. A média é uma postagem semanal.