domingo, 17 de outubro de 2010

Diagnóstico - Giivago Barbosa


Ficha

Paciente: Giivago Barbosa de Oliveira.

Perfil: http://www.twitter.com/giivago

Idade: 17 anos.

Cidade: Goiânia / GO.

Ocupação: Estudante.

Restrições apresentadas: Gota de radicalismo motivada por convicção plena.

Prescrições: Auto-moderação emocional.

Diagnóstico rápido: Anacronismo criativo.

Diagnóstico completo (para quem ousa entender):

Caso surpreendente! Nunca avistei uma composição humana assim num jovem de dezessete anos. As dosagens de sua racionalidade são desmedidas, outro em seu lugar, seria um louco!

Este garoto me parece um ser anacrônico que possui certo poder que desperta nos seus próximos a sensação inversa, sentem-se anacrônicos também. Como “He Man”, ele tem a força. Uma força incomparável. Sua presença é agente de mudanças no ambiente, quem tem olhos de ver isto é capaz de se impressionar com o campo magnético que caminha contíguo.

A grande questão é saber se isto é um problema ou uma grande virtude. Detecto que são os dois ao mesmo tempo numa contradição plena. Suas energias são muito carregadas e sua vivência terrena é punk, seus traços físicos revelam dosada conexão com outros mundos.

Tive que dialogar com alguns deuses conhecidos meus para obter referências.

Philautia (amor-próprio) me contou que nunca saiu de perto dele, desde a aurora desta sua vivência carnal. Baco (ou Dionísio, como queiram) não é tomado de forma categórica, na companhia de Mete (embriaguez), uma das filhas de Baco, este ser às vezes transborda acaso. Mas seu já relatado campo magnético confunde muito quando afasta e aproxima diversos companheiros sagrados. Até mesmo Mete me relatou que ele a chama e a expulsa com descaso e, mesmo quando enraivecida, nunca consegue o controle total sobre o Giivago. Ela me disse que “muitas vezes pensei que comandava, mas chega um ponto em que ele enjoa e simplesmente me troca por Artemis (protetora dos animais) ou outra qualquer, muitas vezes nem percebe isto”.

Também conversei com a deusa Lethes (esquecimento) e ela me disse que pouco conseguiu apagar de sua memória como faz com todos nós. Mas já conseguiu algo proveitoso. Ela disse que Giivago poderia ser filho primogênito de Pã, mas numa comparação com a escala um tanto quanto humana ele seria na verdade seu neto, porque é Apédia (imperícia) sua matriarca.

Kolaxia, Nigreton Hypnon, Trophis, Komo, Misoponia, Hedoné e Ania são alguns dos que, às vezes se magoam com ele porque ficam no “vai e vem” de suas atitudes.

Estes deuses, mesmo assim, o protegem tanto que não me deixem interferir e ver tudo o que poderia ver. Ainda falta muito diagnóstico.

Com a palavra os “pimo lá da laje” (para quem não entendeu ainda):

Véeeeei, o Giivago pra mim é um mocinho de desenho animado, sacou?

Haha, sériu meu! Já reparou nas orelhas pontudas? Nas pernas grandes? No jeito diferente dele? Pois é, repara pra tu ver! Ah! Mas que saber... ele é humano sim. E é demais. Pronto, cabô.

Depoimento:

Acho o Giivago bem radical até quando fala que não é radical, caso discorde disto. Mas o que é legal nisto tudo é que ele é assim porque pode ser assim, esta firmeza toda com o que acha que é certo vem de algum lugar e isto é mérito dele.

Mesmo assim, peco em dizer isto, porque já presenciei mudanças de posicionamentos, o que indica flexibilidade.

Observações finais: Talvez este seja o diagnóstico mais raso que fiz, mas é também um dos que mais busquei auxílio. Tive que conversar com muitos “deuses” que me explicariam o que não entendo nele, mas eles não me contaram nenhum segredo, só relataram o que podemos, mortais, perceber. Aqui pode haver próximos diagnósticos com ou sem transferência de caso. Eu mesmo posso conseguir futuramente.

5 comentários:

  1. A sempre companheira racionalidade, tenho de agradecer *risos*. Sem ela eu transbordaria de alegria ou de ódio numa flexível sim, onda de devaneio de idéias que poderiam se abater sobre mim, mas que passariam ao descaso do nada, logo uns 5 minutos depois. Esqueceria; graças a Lethe. Faria um jus extremo ao perfil "Ariano", pois deixo aos compadecentes do signo de Áries interpretarem o que digo.

    Salve Mnemosine por trazer-me a sempre firme memória de que você sempre foi um companheiro e nos ultimos tempos agregou-se ao meu campo de, 'seletos' amigos (com muita variedade e flexibilidade também).
    Salve Pan por me dar a humildade de reconhecer a defeitos e a bons feitos que mobilham a minha personalidade.
    Salve Ares Grande da Guerra, por me mostrar que às vezes a imparcialidade é o único remédio, mas não aqui vem ao caso, mas enfeita a resposta.
    Salve Dionísio Três Vezes Grandioso, por ajudar-me a reconhecer que tudo a minha volta pode sim ser vivido "ao seu modo, ao lado Dionisio da vida".
    Salve aos Dragões, pela impecável lição de Ordem e Honra que venho aprendendo a distribuir a tudo a minha volta.
    Salve Eros e Afrodite, por desconstruir ideologias utópicas de que dos amores que compartilho nenhum poderia dar certo, errado. Aí está a flexibilidade, ao acaso sempre da Transformação, ao pensar no valor de um amor maior que de uma amizade, pequei.
    Salve Hera, por expor um pouco do sentido de família que aprendo também a ter tanto pelo sangue como pelo coração.
    Salve Hecate Grandiosa dos Caminhos, por me mostrar que tudo o que eu julgava certo nunca é realmente aquilo que eu esperava, por me fazer VER que tudo o que considerei bom, não servia pra mim; a mim, Ela deseja apenas o Ótimo, o melhor, o ultimo biscoito do pacote! rs.

    e Salve JD, amigo que aqui agora compartilho um pouco de idéias sobre mim e alguns "segredos" nas entrelinhas que você conseguirá sim interpretar; dando-lhe o sabor nem sempre agradável de me conhecer mais a fundo, mas sempre na medida certa portanto um velho estandarte "causador de experiências".
    (interprete a frase a seu bel prazer rs)

    Αγκαλιά αδελφός!!
    (abraços fraternos!!)
    Giivago.

    (Acho que a falta de um blog me provocou um comentário dessa magnitude, rs).

    ResponderExcluir
  2. Nossa, não sei se estou mais impressionada com o diagnóstico ou com o comentário do diagnosticado. Mas o que posso dizer desse ser complexo chamado Giivago? Que ele é mesmo a última bolacha do pacote. Um amigo que em tão pouco tempo se tornou um dos que eu mais confio. E cá pra nós, que bolichinha mais g... rsrs

    ResponderExcluir
  3. kkkk
    Que g mais cheio de possibilidades ein?! kkk
    Adorei ;*

    ResponderExcluir
  4. Pois é né??!!
    Gatinho, gostosinho, Giivaguinho, garanhãozinho, gracinha de garotinho rs.

    ResponderExcluir
  5. O Giivago é surpreendente...hehehehehe... eu tenho diagnóstico ou meu caso é de hospicio??hehehe

    ResponderExcluir

Digite seu e-mail aqui para receber atualizações do Descaradamasio. A média é uma postagem semanal.