domingo, 23 de novembro de 2014

Falo de casa

Falo que jaz da última fonte de poder
um princípio criador ativo e altivo.
O feminino gozo de fé fecunda o ser
e repercute ácido, austero e cativo.

Uma casa para não morar e não crer
com única porta sem portal é onde vivo.
Caibo menos no mundo, mas quero saber
se lá fora algo lembra áspero uivo.

Nutro um faro leve para o desejo farto
e canto bem no canto os jatos de dor.
Falo que diz mais que qualquer fato,
resolva o feminino desejo do amor.

Um comentário:

  1. Caro amigo

    O desejo do amor
    é o desejo da vida,
    que vem de nós
    mas não nos pertence,
    e que constroi seu mundo
    nos muitos mundos que nos rodeiam.

    ______________________________

    “A vida está onde os sonhos estão.”

    Aluísio Cavalcante Jr.

    ResponderExcluir

Digite seu e-mail aqui para receber atualizações do Descaradamasio. A média é uma postagem semanal.