quinta-feira, 20 de março de 2014

pombo morcego

anjos do augusto
pessoa do fernando
existências literárias
para um devir robusto.
auras claras arranhando
meu cárcere libertário.

e lá ainda o morcego no quarto consciencial
e lá ainda o pombo na casa mãe da paz
e cá já o pombo morcego a posteriori self

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Digite seu e-mail aqui para receber atualizações do Descaradamasio. A média é uma postagem semanal.