segunda-feira, 2 de maio de 2011

Avaliação da 5ª Semana de Comunicação da PUC-GO e alguns comparativos

É rotina dos cursos de Comunicação Social de qualquer faculdade dedicar uma semana inteira à discussão do que se acredita ter como eixo das discussões no ano ou semestre. Só não é rotina ter a presença de Zileide Silva, Marcelo Públio e Manoel Marcondes batendo papo na academia. Pois foi isso o que ocorreu na 5ª Semana de Comunicação Social da Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO), de 26 a 29 de abril.
Participar é edificante, enriquece o currículo e atualiza até os mais atualizados. Tenho elogios e críticas a esse evento.
Durante o evento tentei ter uma visão mais romântica para absorver o máximo possível de conhecimentos sem birra. Li hoje um comentário (do Hugo Oliveira) radicalmente destrutivo e que condiz, de certo modo, com minha opinião: http://on.fb.me/lLvNzl. Mas, calma ai... Peguei por outro lado, um comparativo entre a PUC-GO e a Faculdade Araguaia (instituição em que estudo) para avaliar com base nas Semanas de Comunicação de ambas.

Não gosto de comparar, mas dessa vez não resisti (vou ser bem direto e informal):

Auditório, teatro, palco e stands excelentes.
Estrutura básica.
Palestrantes renomados.
Palestrantes locais, nem por isso, menos renomados.
Curso de Publicidade e Propaganda é, descaradamente, privilegiado.
Curso de Jornalismo tem uma pontinha de privilégio.
Muita gente.
Pouca gente.
Workshops bacanas, mas lotados.
Workshops bacanas e disponíveis.
Atraso e descaso.
Cumprimento de horários.
Público juvenil, desinteressado. Obs.: interessado no certificado do evento.
Público juvenil e adulto, menos participantes, menos barulho, mais interessados nos conteúdos.

Isto foi só um breve comparativo. No início do evento, me impressionei com toda estrutura e fachada da PUC-GO e de seus cursos de comunicação social. Fiquei invejado. Mas bastaram os 4 dias de eventos da 5ª Semana da Comunicação para que eu voltasse a adorar e ter saudade da Faculdade Araguaia, percebendo que a imagem e a ostentação financeira são o sustentáculo da PUC. Pelo menos neste caso.
Agora é que já passou a raiva. Mas eu contaria as milhões de vezes que tive que mudar de lugar para fugir das conversas e gargalhadas do público desinteressado da PUC. Claro que há exceções. Tenho, em média, uns 5 amigos que fazem/fizeram jornalismo na PUC e eles são a exceção junto a outros poucos.
Ainda comparando as instituições, não é atoa que, das notas conceito atribuídas pelo MEC, o curso de Jornalismo da Faculdade Araguaia teve média 4 (equivale à 80% do total), nota superior à PUC (60%) e igual à UFG (80%).
Meu elogio vai para as apresentações culturais com as bandas Diego e o Sindicato, Johnny Suxxx n’the fuking boys e Passarinhos do Cerrado, além das atrações paralelas do palco livre. Em muitos outros pequenos aspectos a Semana de Comunicação da PUC foi bem, mas passei muita raiva com a inconsistência da programação e, principalmente, do público.
Mas eu sempre participarei e verei até o final. Tudo é experiência. Sempre há o que melhorar. E, mesmo num evento bagunçado, como foi este no fim das contas, há muito o que tirar de bom. E eu relataria aqui os conteúdos absorvidos se não fosse o dedo coçar para desabafar também. Afinal, blog é pra isso.
Fui simplista ao fazer esta comparação com base na participação em um evento e sem conhecer tudo de bom que a PUC talvez tenha? Ta... e dai? É opinião... é blog, aqui eu posso fazer isso. Peço aos amigos que não levem a mal nenhuma das considerações. Mas se levarem a mal, podem falar... Ha! Afinal, eu sou o Descaradamasio e o que sei fazer é descarar... mesmo.

2 comentários:

  1. Interessante as comparações. A PUC tinha tudo pra despontar, mas só tanto desinteresse dos alunos e esse status que não serve pra nada rebaixam bastante o curso. A "Arapuca" se sai muito bem, por ter 10 anos e começado do nada.

    ResponderExcluir
  2. João, concordo com você com a falta de interesse dos alunos da PUC, foi uma das coisas que oservei logo que cheguei. Você sabe em quais circunstâncias fui estudar lá e hoje consigo visualizar milhões de motivos positivos (que não inclui a Semana de Comunicação) em relação a Faculdade Araguaia, como a estrutura e espaço para ter os trabalhos reconhecidos estimulando mais ainda. Sobre sua afirmação do curso de Publicidade ser privilegiado é verdade, pelo menos nos eventos que na maioria são organizados pela coordenadora desse curso.
    Ano passado participei dessa Semana de Comunicação, o evento foi menor, com menos participantes e não teve esse problema. Vale lembrar também que tinha muitos estudantes de outras faculdades (UFG, Alfa, Fasan e Araguaia), o que não justifica, mas deve ser levado em consideração.
    Parabéns pelo comentário "Descaradamasio", rsrs.

    ResponderExcluir

Digite seu e-mail aqui para receber atualizações do Descaradamasio. A média é uma postagem semanal.