quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Da mão d"A Negra Ama Jesus"

Obrigado, Sílvia e Marcus.


Recebi de presente, há uma semana, a camiseta (ao lado) d“A Negra Ama Jesus” – um coletivo de arte, idealizado por Sílvia Goulart e Marcus Minuzzi. Sendo que o último é meu professor no curso de Jornalismo na Faculdade Araguaia.

Eles escrevem, pintam, moldam, fazem performances... enfim, são coletivo de arte.

Ultimamente, tenho observado que os blogs vêm adquirindo maior caráter de rede social. Em redes sociais, o diálogo ocorre, são as ruas da internet. Me surpreendi no dia 22 de novembro com um post no blog d’A Negra Ama Jesus com minha foto usando a camiseta que ganhei, sob o título “A Amizade”. Por isso, redijo o projeto de poesia abaixo, em resposta/oferenda aos meus ídolos blogueiros, poetas, artistas, Marcus Minuzzi e Sílvia Goulart.

Conheçam este trabalho acessando: http://anegraamajesus.blogspot.com/

---------------------------------------------------------------

Da mão d“A Negra Ama Jesus”

Lá do monte longínquo,

Desce a estatueta reluzente.

Orno meus olhos a provocar um despertar.


Na noite de um campestre dia,

A flor favorece a fresta d’alma.


N’A Negra mãe,

O dilema freudiano,

O menino,

O rei engalanado,

As moças,

E o deleite fadado.


Tribos, raças,

Cores, luzes,

Casas,

A casa.


O grande é sistêmico,

Aplaudido pelos inconscientes

Dos inconsistentes.

Refutado na forjada gente.


O fruto plana sob traços,

Sobre passos.

Perdidos,

Achados.


E da janela,

A porta de Nárnia,

Embaçada pela espuma Afroditiana,

E apetecida pelo drama de Penélope.

Caos farturento de resplandecentes luzes.


Na hora de saciar, o gozo vem neutro;

Avantajado no cômodo berço;

E escorado no ensejo;

Frondoso quanto Tejo.

---------------------------------------------------------------

2 comentários:

  1. Opa amigo!
    Nossa até arrepiei, muito lindo mesmo!
    Adorei o poema o blog que indicou e a criatividade que como sempre, é mais ativa a cada dia! rs.
    Ainda me deve uma aula de blog.
    abrs do seu amigãão:
    Giivago

    ResponderExcluir
  2. O poeta generoso, que enfeita a nossa poesia com graça. Você expressa uma sutileza divina em seus versos.Tens uma aura de grande poeta... saberemos todos.Agradeço com emoção.

    Sílvia

    ResponderExcluir

Digite seu e-mail aqui para receber atualizações do Descaradamasio. A média é uma postagem semanal.